Psicóloga em Porto Alegre Madalena Leite
  • Madalena Leite

Mini-metas para te fazer mais feliz

Atualizado: 16 de jan. de 2020

Um ritual comum quando começa um novo ano é traçarmos novas metas (ou nem tão novas assim). Como se a motivação se renovasse junto com o calendário. E realmente se renova, mas não por muito tempo. Para atingir uma meta é necessário constância nas atitudes para chegar lá. Porque se depender da motivação…



Um dos motivos que nos faz não atingir metas é parar para avaliar só uma vez ao ano - só para renovar as que não realizamos. Uma coisa que ajuda muito a curtir essa jornada é dividir as metas em mini-metas. Por exemplo:

Meta: emagrecer 10kg

Mini-meta: 1) Dar uma volta na quadra 2) Dar uma volta em cinco quadras 3) Escolher uma atividade física 4) Fazer aulas experimentais para escolher o lugar 5) Marcar uma nutricionista, etc

Assim podemos reavaliar com frequência os nossos objetivos.


Mas nesse texto eu queria te propor um olhar diferente sobre as metas.

Você não precisa atingir as suas metas para ter uma vida feliz.

Metas são direções. Lugares onde você gostaria de estar. Talvez a gente nem deveria chamar de metas, mas de direções mesmo.


Então eu te pergunto:

Para onde você quer ir?

Quem você quer ser?

Que atitudes você precisa ter para ser essa pessoa?


Não esquenta a cabeça se você não cumpriu as

metas do ano passado. A vida não é uma corrida.

Sim, precisamos de direções para ter gosto de viver e sentir o gostinho da realização, mas não precisa deixar para ser feliz só lá na frente. As mini-metas ajudam bastante nisso.


Então me conta: quais serão as tuas mini-metas para uma vida mais feliz?

108 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo